YouTube paga 30 mil milhões USD, ou mais, a criadores

4 de Fevereiro, 2021,

Susan Wojcicki, CEO da plataforma, refere que, apesar dos desafios do ano passado impostos sobretudo pela pandemia, a economia do YouTube “está incrivelmente forte e saudável”.

Leia a edição impressa

Receba a FORBES em sua casa, e disfrute de uma revista impressa em papel.

Leia no seu tablet ou smartphone

Descarregue a app disponível para o seu dispositivo móvel.