Fazer diferente e melhor

7 de Fevereiro, 2020,
Artigo incluído na edição de maio 2019

Jorge Raiado quis fazer vida numa indústria quase moribunda em Castro Marim e, para isso, foi bater à porta da universidade para que o ajudassem a singrar.

Anterior Próximo